​Exercícios adequados para o combate da hérnia lombar

Para além da medicação adequada para o alívio da sintomatologia que por vezes é indispensável, a promoção do exercício físico torna-se uma ferramenta terapêutica fundamental para o alongamento e fortalecimento dos músculos de modo a proporcionar estabilidade da coluna, em particular da região lombar.

 

Cerca de 3% da população portuguesa sofre de hérnias discais, na sua maioria assintomáticas, contudo a realização regular de determinados exercícios contribuem para a prevenção de crises de dor e ajudam a retardar, abrandar a evolução da hérnia discal.

 

FLEXÕES ABDOMINAIS

Quando os músculos abdominais são fracos os músculos das costas assumem um trabalho extra sempre que solicitados na execução dos movimentos. Tal exigência pode conduzir ao surgimento da tensão muscular e de lesões nos discos. A Associação Americana de Cirurgiões Neurológicos afirma que é importante "fazer flexões e outros exercícios de fortalecimento do músculo abdominal para proporcionar maior estabilidade da coluna." A realização de exercício de inclinação pélvica ajuda a proteger as costas e a área abdominal que por sua vez fará com que os músculos se tornam mais fortes.

 

ALONGAMENTOS DA REGIÃO LOMBAR

Alongar a região lombar alivia os músculos tensos que rodeiam a hérnia discal. Exercícios como abraçar um ou ambos os joelhos até ao peito ou torções da coluna vertebral são ambos boas escolhas.

 

Referências: Associação Americana de Cirurgiões Neurológicos.

1/9