Osteopatia ajuda-o a desfrutar um verão saudável.

Com a chegada do verão e querendo aproveitar o tempo quente é comum a mudança de rotinas dando maior primazia a certas atividades e modalidades desportivas relacionadas com o lazer e bem-estar mas que por vezes podem causar dores osteomusculares.

O efeito do calor sobretudo nos mais jovens e nos mais idosos, alteração das pressões atmosféricas, alteração das horas de sono, as viagens mais prolongadas de carro ou de avião, carregar com a bagagem, as caminhadas e passeios a pé, as corridas, a jardinagem, o dormir em camas diferentes, as novas dietas, os fusos horários, esperas em longas filas, a ida a parques de diversão, a prática de determinadas modalidades como rappel, mergulho, canoagem, as escaladas, o campismo entre outras, podem causar distúrbios osteomusculares desagradáveis que prejudicam o nosso bem-estar e a sua saúde em geral, devido ao stress muscular e às más posturas.

 

Quem já não sentiu uma dor nas costas ou no pescoço ao conduzir em viagens longas, ou mesmo a montar uma tenda de campismo ?, a brincar com os filhos nos parques de diversão?, ou a jardinar?, entre outras.

 

A intensificação de certas atividades e modalidades desportivas típicas desta estação do ano exigem um esforço suplementar dos nosso músculos, ligamentos e tendões, as quais muitos de nós não estamos devidamente preparados fisicamente. Este uso repentino das nossas estruturas pode conduzir à dor e ao desconforto no pescoço e nas costas.

 

No verão, os idosos estão mais expostos às disfunções osteomusculares muitas vezes por desidratação conjugadas com outras condições do foro reumatológico e degenerativo próprio do seu processo de envelhecimento.

 

Para que possa desfrutar de um verão saudável e prevenir lesões desagradáveis de natureza osteomuscular, a osteopatia revela-se uma importante terapêutica quer na prevenção quer na correção das disfunções osteomusculares.

 

1/9