O que fazer para combater a fadiga muscular.

 

Para tratar a fadiga muscular deve-se colocar compressas quentes ou tomar um banho de água quente e fazer uma massagem para relaxar os músculos. Além disso, é importante adotar certos cuidados, como fazer aquecimento antes do treino e repousar no mínimo 1 dia entre cada treino para recuperação muscular.

 

A fadiga muscular é caracterizada pelo cansaço do músculo após um esforço físico intenso, principalmente sem acompanhamento de um profissional ou quando não se repousa o suficiente depois do exercício. Além disso, a falta de carboidratos antes do treino pode causar fadiga muscular, pois o músculo não tem energia suficiente durante o esforço físico, impedindo que o indivíduo treine com eficiência.

 

A fadiga muscular depois do treino é normal e significa que o organismo está adaptando-se aos exercícios físicos. Porém, a fadiga muscular pode conduzir a uma lesão muscular quando o esforço físico é tão intenso que provoca, por exemplo, a ruptura do músculo.

 

 

O QUE FAZER NA FADIGA MUSCULAR

 

Após um treino, é normal sentir fadiga muscular, pois o músculo fica cansado com o esforço dispendido durante os exercícios. Para aliviar a dor muscular e a dificuldade em movimentar os músculos afetados e prevenir lesões musculares deve-se:

 

UTLIZAR UMA BOLSA TÉRMICA PARA FAZER DE COMPRESSA QUENTE

Faz com que os vasos sanguíneos dilatem, aumentando o fluxo de sangue na região e relaxam os músculos, diminuindo a dor;

 

TOMAR UM BANHO QUENTE

O calor ajuda a relaxar os músculos, aliviando a dor muscular;

 

MASSAGEM DE RALAXAMENTO OU USO DE POMADAS E GEL PARA O EFEITO

A massagem promove o relaxamento dos músculos e, consequentemente, o alívio da dor muscular. As pomadas são analgésicas e anti-inflamatórias, reduzindo a dor e, por terem mentol, provocam uma sensação de frescura e alívio;

 

REPOUSAR 1 DIA ENTRE CADA TREINO

Ajuda os músculos e o organismo a recuperar-se do treino;

 

  • Fazer sempre exercícios de aquecimento no início do treino: os exercícios de aquecimento preparam os músculos para o treino, diminuindo o risco de lesões musculares;

 

  • Fazer sempre alongamentos no final do treino: os alongamentos ajudam a diminuir a dor após o treino e a acelerar a recuperação dos músculos;

 

  • Alternar os exercícios em cada treino:

 

  • A alternância de exercícios permite a recuperação dos músculos, favorece o crescimento muscular e previne o risco de lesões.

     

 

O QUE COMER PARA COMBATER A FADIGA MUSCULAR

 

  • A alimentação é fundamental antes e após o treino porque antes do treino fornece a energia necessária aos músculos para o exercício físico e após o treino ajuda na recuperação dos músculos e no crescimento muscular.

     

  • Antes do treino ingerir carboidratos, como um sumo de qualquer fruta ou uma vitamina com leite de soja ou arroz, 20 a 30 minutos antes do treino, para fornecer energia ao músculo.

 

  • Após o treino ingerir proteínas, como iogurte, pão com queijo ou uma salada de atum, por exemplo, até, no máximo, 30 minutos após o treino, para ajudar na recuperação e crescimento muscular.

 

 

 

Fonte: Artigo publicado pelo médico Dr. Arthur Frazão ao site tuasaude

 

 

 

ARTIGOS RELACIONADOS:

Fadiga muscular

1/9