Osteoartrose

Doença articular mais frequente caracterizada pela degenerescência da cartilagem articular​, esclerose óssea sub-condral e osteofitose. Atinge entre os 5 a 10% da população em ambos os sexos, com maior prevalência após os 40 anos de idade e 85% acima dos 70 anos.​

 

CAUSAS

Entre as causas de primeira linha destaca-se a idade, a obesidade e alteração de fatores genéticos e hormonais. Os traumatismos, a instabilidade articular, as fraturas antigas, as displasias, as doenças infeciosas, inflamatórias e metabólicas, também são causas determinantes para esta patologia.

 

MANIFESTAÇÃO CLÍNICA

Dor mecânica, rigidez matinal (se presente) < 30 minutos, deformações ósseas, tais como nódulos, rizartrose do polegar, hallux-valgus, varus e valgus, tumefação da articulação, limitação de movimentos, atrofia muscular, síndromes radiculares, crepitações, entre outras.

Sem alterações laboratoriais.​​​​​​​​​​​​​​​​•

Radiologia – estreitamento da entrelinha articular, esclerose óssea subcondral, osteófitos e por vezes: corpos livres intra-articulares e desalinhamento dos topos ósseos.

1/9